Dwayne Walker já teria dado entrada com o processo ao tribunal em 2012 contra o músico Jay-Z e os produtores da Universal Music Group, exigindo um pagamento de pelo menos sete milhões de dólares para pagar os direitos de utilização da sua marcas de criação.
Sem sucesso o tribunal deu por encerrado a acção judicial do Walker por não conseguir provar nada. Segundo o TMZ, seu novo alvo é a a cantora Beyoncé, alegando que a mesma não pediu autorização a ele para fazer o uso do logótipo de Jay-Z em seu video “Drunk in Love” ou em outro qualquer.
Dwayne Walker, quer que o video da cantora deixa de ser exibido em todos os canais e exige indemnização dos lucros conseguidos com o mesmo.
É de relembrar que em 1995, Dwayne havia sido contratado por marido de Beyoncé para criar o logótipo.

Deixe a sua opinião!