Publicidade

Kanye West anuncia que vai se candidatar à Presidência dos EUA, já tem apoio de um bilionário


O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual presidente e candidato à reeleição, Donald Trump.

    Publicidade
Publicidade

“Agora devemos cumprir a promessa dos Estados Unidos confiando em Deus, unificando a nossa visão e construindo o nosso futuro. Vou concorrer à Presidência dos Estados Unidos”, anunciou o “rapper” nas redes sociais com o “slogan” “Visão2020”.
Não é a primeira vez que West, um afro-americano de 43 anos e de acordo com a revista Forbes a estrela mais bem paga em 2020, especula sobre uma possível incursão na política.
Além disso, o dia escolhido não é acidental, uma vez que o 4 de julho é o feriado político mais importante nos Estados Unidos, que celebra a Declaração de Independência do país.
Em resposta, o magnata norte-americano Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, disse que apoiaria o amigo.
Os EUA terão eleições presidenciais em novembro deste ano, e os partidos Republicano e Democrata estão praticamente confirmando as candidaturas de Donald Trump, atual presidente, e Joe Biden, ex-vice de Barack Obama. As primárias de ambos os principais partidos estão quase encerradas, mas as regras eleitorais norte-americanas admitem candidaturas independentes.
Não é a primeira vez que o rapper diz que quer ser presidente dos EUA. Durante o MTV Video Music Awards de 2015, West disse que disputaria as eleições de 2020 — o que gerou até brincadeiras por parte do então secretário de Imprensa do governo Obama, Josh Earnest: “Estamos ansiosos pelo slogan de sua campanha”.
No ano passado, durante encontro com Trump na Casa Branca, o cantor mostrou a foto de um pôster que dizia: “Keep America Great #Kanye2024”, insinuando que ele concorreria à presidência em 2024 com um slogan parecido com o de Trump.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.