Publicidade

Kanye West dá inicio sua campanha à Presidência e propõe um milhão a quem tiver um bebé para desencorajar o aborto

Depois de ter anunciado que vai se candidatar ao cargo de presidente dos Estados Unidos e ter deixado de apoiar Trump para a corrida presidencial, o rapper Kanye West, realizou neste domingo (19) de Julho, em North Charleston, no estado da Carolina do Sul, o primeiro dia da sua campanha, propondo uma recompensa de cerca de um milhão de dólares a quem tiver um bebé, para desencorajar o aborto.


Para o seu primeiro evento de campanha a presidência dos EUA, que teve lugar em North Charleston, o rapper optou por usar um colete à prova de bala com a frase “Segurança”, e fez seu discurso para centenas de pessoas.
Questionado pela audiência sobre o aborto, Kanye caiu em lagrimas ao lembrar quando sua mãe estava grávida de si e seu pai a pediu que interrompesse a gravidez, e revelou que já pensou o mesmo com Kim Kardashian, sua esposa quando engravidou de North. “Quase matei a minha filha”.
Para o rapper, o aborto deveria ser legal, e por meio desta propôs dar cerca de um milhão de dólares às mulheres que tomasse a iniciativa de ter um bebé, para as desencorajar de porem fim à gravidez.
De ressaltar que não é a primeira vez que o rapper diz que quer ser presidente dos EUA. Durante o MTV Video Music Awards de 2015, West disse que disputaria as eleições de 2020 — o que gerou até brincadeiras por parte do então secretário de Imprensa do governo Obama, Josh Earnest: “Estamos ansiosos pelo slogan de sua campanha”.
No ano passado, durante encontro com Trump na Casa Branca, o cantor mostrou a foto de um pôster que dizia: “Keep America Great #Kanye2024”, insinuando que ele concorreria à presidência em 2024 com um slogan parecido com o de Trump.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.